Amuado

Porque te vejo muito tempo de braços cruzados,
então, sei que precisas de um abraço.
Porque te vejo sorrindo incessantemente,
então, sei que precisas de um ombro.
Porque te vejo em silêncio,
então, sei que não queres ouvir à tua volta.
***
Então sei que temos todos que ir
porque sempre chega essa hora.
Então sei que a vida é uma estação
porque sempre estamos a chegar e a partir
***
Então sei que meus braços ficarão abertos,
Aguardando neles esse incabível mundo.
Sim, porque sei que o abraço cura,
porque ainda não sarei,
porque não abracei
***
E assim, embotada a alma
Vai-se pela estrada,
Que pede um fim, antes do começo
Ou um começo, antes do fim.
Até que se relembre um sorriso,
Um colar de marfim,
Algo assim.
Que por ser tão claro e reluzente,
Disfarça (?) a sombra de uma doce tristeza.
***
Diz a vida:
Abrace quando o coração quiser saltar do peito – isso o conterá no outro;
Beije quando a boca não souber o que dizer – isso falará ao coração do outro;
Beije quando a boca quiser muito dizer – isso essencializará a palavra para o outro;
Olhe nos olhos quando tudo (parecer que) foi dito – e isso te fará ouvir.
Diz a vida, ainda:
Porque, sendo eu longa ou curta, o amanhã não passa de uma mera possibilidade.

(Àquelas pessoas que hoje tiveram vontade de consolar dentro de um abraço; de beijar para nada precisar dizer; de “ouvir” tudo que um olhar teria a dizer e não tiveram a coragem de fazê-lo. Ou, simplesmente, não puderam fazê-lo)
06/02/2015.

Anúncios

0 Responses to “Amuado”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Anúncios

%d blogueiros gostam disto: