Ninguém volta de uma viagem.

Quem volta é o outro.

Sempre o outro.

Não é possível ir sem se desintegrar.

Não é possível voltar do jeito que se foi.

Por isso, quem te esperou,

ou quem te mandou ir.

Não te reconhece.

E nem você !

Toda viagem é assim:

uns que não vão.

outros que não voltam

Anúncios

0 Responses to “”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Anúncios

%d blogueiros gostam disto: